NOTÍCIAS

Quinta-feira, 03 de setembro de 2009
Homem é atacado pelo próprio cão, da raça pit bull, em Olinda

por REDAÇÃO CLUBE FM

Está internado na unidade de trauma do Hospital da Restauração (HR) mais uma vítima de ataque de cachorros da raça pit bull em Pernambuco.  O comerciante André Luiz Araújo de Oliveira, de 43 anos, foi ferido no final da tarde de ontem pelo próprio cão.

 

A irmã da vítima, Fernanda Oliveira, André chegou embriagado em casa, no bairro de Casa Caiada, em Olinda e foi brincar com o cachorro, que acabou mordendo seu rosto. Segundo Fernanda, o animal estranhou o próprio dono.

 

André foi socorrido por uma equipe do Samu e chegou ao hospital inconsciente. O paciente ainda não tem previsão de alta. O boletim médico oficial ainda não foi divulgado, no entanto, profissionais que o receberam na emergência informaram que, possivelmente, André vai precisar de uma cirurgia plástica para reconstrução da face, principal área afetada.

 

 

Goiana- Este é o segundo caso de ataques de cães da raça pit bull registrado em Pernambuco só esta semana. O primeiro aconteceu na manhã da segunda-feira passada, em Goiana, Zona da Mata Norte do Estado.  A morte de Janiele Maria da Costa, 16 anos, despertou versões e mistério, ontem, durante e logo após o seu enterro, no cemitério de Condado, pequena cidade da Mata Norte estadual, a 87 quilômetros do Recife. Em depoimento ao delegado Salustiano Cavalcanti, o dono do Engenho Calugy, localizado em Goiana, Valmir Tavares, assumiu a responsabilidade pelos animais que atacaram a menina, na manhã da última segunda-feira, mas garantiu tê-los trancado na noite do último domingo no canil. Ele disse não saber como os animais se soltaram e garantiu que foram dois e não quatro, como a família da vítima divulgou. E que nem todos eram da raça pit bull. Um era rottweiler (fêmea) e outro, pit bull mestiço (macho). De acordo com Salustiano, "se não houver reviravolta no caso", a declaração é suficiente para indiciar Valmir por homicídio culposo (sem intenção de matar), cuja pena máxima é de três anos, podendo ser substituída por uma alternativa.

O delegadovoltou ontem pela manhã ao local onde a menina foi atacada e os cachorros estavam presos no canil. "São quatro cães, na verdade, mas dois são pit bulls filhotes, têm cerca de seis meses. Não sabemos se eles também atacaram", afirmou, dizendo que o dono admitiu que somente o casal estava solto, fora da propriedade, quando a vítima foi mordida. "Ele disse que não sabe como os maiores escaparam. Mas vamos continuar ouvindo algumas pessoas. Amanhã serão mais cinco. Precisamos checar tudo, porque me disseram que até o viúvo poderia ter culpa. Ele foi caseiro do local e não teria trancado os cachorros, ao vê-los solto", disse.

O delegado acrescentou que, no dia da tragédia, o próprio dono do engenho socorreu a vítima para o hospital Belarmino Correia, em Goiana. Ele relatou em depoimento que o administrador do local, José Júlio, estava no meio do canavial e teria lhe telefonado assim que ouviu os gritos da moça. "O dono do engenho explicou que, ao receber a ligação, chegou ao engenho mais rápido que Júlio, que estava a pé, e socorreu a menina no próprio veículo", declarou.

Em outro depoimento, a testemunha Josilene Maria da Silva, 25 anos, que morava próxima a Janiele, no engenho, frisou que esta não havia sido a primeira vez que os cachorros se soltaram. Ela justificou que os cães eram soltos à noite e às vezes conseguiam fugir durante o dia. "Eu morria de medo desses cachorros e meu marido dizia para eu ficar trancada em casa", afirmou, confirmando versões da família da vítima de que os animais já tinham atacado até animais. Segundo essa versão, janiele foi atacada pelos cães do lado de fora da casa de engenho, quando iria pegar uma vassoura. No momento, estava sozinha. Ela faleceu na tarde da última segunda-feira no Hospital da Restauração, no Recife, para onde foi transferida por conta da gravidade dos ferimentos na cabeça, face, braços e barriga, que provocaram hemorragia. Segundo estudos, a mordida de um pit bull equivale a meia tonelada.

 

 

 

Da Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR, com informações do Diario de Pernambuco

 

Do seu jeito

personalize nosso site, escolha uma cor:

Top 10

Rádio Clube FM - Recife, PE - Brasil - 99.1 FM - Fone do ouvinte: (81) 3221-0993