NOTÍCIAS

Terça-feira, 11 de janeiro de 2011
Pesquisar continua sendo a melhor forma de encontrar material escolar com preço mais em conta

por REDAÇÃO CLUBE FM

Foto: Divulgação - clique para ver maior

Vale a pena gastar a sola do sapato para economizar na compra dos artigos escolares. A segunda pesquisa de preços de material escolar divulgada ontem pelo Procon-PE revelou diferença superior a 900% nas livrarias da Região Metropolitana do Recife (RMR). A maior divergência de preço foi encontrada no apontador de lápis com depósito, cujo valor máximo é de R$ 8,20 e mínimo de R$ 0,80. A boa notícia é que, no comparativo com a primeira pesquisa feita em dezembro, o Procon-PE encontrou redução de preço de até 154,55% no caderno brochura de 96 folhas, cujo valor recuou de R$ 2,80 para R$ 1,10.

Os pais que deixaram para comprar o material escolar dos filhos menores em janeiro vão usufruir da redução de preço de 77,78% na massa de modelar, cujo valor encolheu de R$ 1,60 para R$ 0,90. O preço da caneta hidrocor com 12 cores passou de R$ 2,10 para R$ 1,80, registrando queda de 16,67%. Nos produtos de papelaria, o papel celofane apresentou redução de 11,11%, caindo de R$ 0,50 paraR$ 0,45 (a folha). O levantamento foi feito em 11 estabelecimentos comerciais e teve como base os produtos mais incluídos na lista de material escolar (ver quadro).

Concorrência

Para o coordenador geral do Procon-PE, José Rangel, o acompanhamento do mercado forçou os comerciantes a reduzir os preços para manter a concorrência. ´Se for preciso, até o final de janeiro faremos outra pesquisa para os lojistas saberem que estamos monitorando o mercado para evitar abusos.` Rangel orienta o consumidor a comparar preços e comprar no local mais barato, mesmo que tenha que percorrer vários estabelecimentos. Outra dica é juntar um grupo de pais da mesma escola para comprar em grande quantidade e obter desconto.

Rangel lembra aos pais que as escolas não podem fechar pacotes, apresentando uma lista de material escolar única e cobrar uma taxa. Segundo ele, a lista deve ser detalhada para o consumidor comparar preços e escolher o mais vantajoso. Além disso, o Procon destaca que o material pode ser entregue a cada semestre, de acordo com a necessidade do aluno. Tem mais. As escolas não podem constranger os alunos apontando quem não entregou todos os itens no início do período letivo.

Na segunda pesquisa da preços do Procon-PE, uma das maiores diferenças de preços foi encontrada no lápis preto nº 2 redondo, cujo maior preço é de R$ 0,70 (Livraria Criar) e o menor de R$ 0,10 (Atacadão de Papelaria). Uma diferença de 600%. O preço da régua plástica de 30 cm varia de R$ 1,80 (Livraria Jaqueira) à R$ 0,30 (Papelaria 12 de Março). Uma caixa de lápis de cor com 12 pode ser encontrada pelo preço de R$ 12,49 (Atacadão de Papelaria) e de R$ 2,50 (Papelaria 12 de Março).

 

 

Rosa falcão
rosafalcao.pe@dabr.com.br

 

Do seu jeito

personalize nosso site, escolha uma cor:

Top 10

Rádio Clube FM - Recife, PE - Brasil - 99.1 FM - Fone do ouvinte: (81) 3221-0993